martes, 23 de julio de 2013

ESTRENO ANA WOOLF EN FLORIPA




DIARIO DEL MOVIMIENTO DEL MUNDO


con Glaucia Grigolo

dramturgia y direccion Ana Woolf








Estreia dia 25 de julho o espetáculo Diário do movimento do mundo, com atuação de Gláucia Grigolo e direção da argentina Ana Woolf. O trabalho, primeiro solo da atriz, é baseado em histórias contadas pela sua mãe e em memórias da sua infância. A dramaturgia, construída conjuntamente pela atriz e pela diretora, foi motivada pela pergunta “Mãe, você lembra qual a cor do seu primeiro sapato?” A partir desta questão, surgiu a personagem de Lenita, ex-engraxate e sapateira, apaixonada por literatura e por gatos. A sua relação com os livros e os sapatos torna-se um mote para refletir sobre a existência e o cotidiano. Os sapatos servem de via de entrada para que a personagem conheça o mundo e se relacione com os demais.

Gláucia e Ana conheceram-se durante o Vértice 2010 (encontro e festival de teatro realizado em Florianópolis). Dois anos depois, a atriz lhe apresentou a ideia original que deu origem ao trabalho. Seguiram-se encontros em Brasília, Florianópolis e Dinamarca, ocasiões em que o espetáculo foi gestado e ensaiado. Além de passagens biográficas, a narrativa é inspirada no livro “A elegância do ouriço”, de Muriel Barbery, e contempla trechos ou citações de Clarice Lispector, Virginia Woolf, Ana Cristina Cesar, Leon Tolstoi e Guimarães Rosa.

Gláucia tem longa carreira no teatro e no cinema. É uma das fundadoras da Persona Cia. de Teatro, atuante desde 2001. Nos últimos anos apresentou os espetáculos, F. e A galinha degolada, com turnês nacionais através do Projeto Palco Giratório e apresentações em várias cidades do Brasil e do exterior. No cinema, é sócia da Vinil Filmes e trabalha como atriz e produtora executiva. Participou, entre outros, dos filmes Isto não é um filme, Beijos de Arame Farpado, Ângelo, o coveiro e é codiretora de três obras audiovisuais com o Circo-Teatro Biriba. Faz parte do Baobah – Estúdios de Autocriação onde desenvolve atividades ligadas a diversas áreas artísticas. Também é uma das organizadoras do Vértice Brasil, projeto que engloba pesquisa, formação e mostra de espetáculos, ligado ao Projeto Magdalena, rede internacional de mulheres de teatro presente em mais de 50 países que tem entre seus objetivos facilitar a parceira entre artistas de diferentes nacionalidades.

A argentina Ana Woolf é pedagoga, atriz e diretora. Realizou seus estudos de teatro na Argentina e no exterior, sobretudo junto ao Odin Teatret, na Dinamarca. Viveu na França e Itália, onde colaborou com diversos grupos importantes. Dirigida por Julia Varley, atua em Semillas de Memoria, espetáculo solo que fala sobre os desaparecidos da Argentina e Blanca es la noche. Desde 2004, é a única argentina integrante do staff artístico-pedagógico da ISTA (International School of Theatre Anthropology), fundada por Eugenio Barba.

A pesquisa que deu origem a este espetáculo foi contemplada pelo Edital de Apoio às Culturas, da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes - Prefeitura Municipal de Florianópolis em 2012.

Depois da temporada de estreia no Teatro do SESC Prainha, o espetáculo se apresenta em Itajaí, nos dias 2 e 3 de agosto, no Espaço dos grupos Porto Cênico, Sua Cia e Risco.  

Serviço: 
O QUE: Espetáculo Diário do movimento do mundo 
QUANDO: 25, 26, 27 e 28 de julho (quinta a domingo) 
HORÁRIO: 20 horas 
ONDE: Teatro do SESC – Prainha – Travessa Siryaco Atherino, 100. 
QUANTO: entrada gratuita – os ingressos devem ser retirados uma hora antes do início do espetáculo.